Águeda, Aveiro, 5 de Março de 2024

Anadia: Plano da Zona Industrial de Amoreira da Gândara em consulta pública

9 de Dezembro 2020

O Município de Anadia tem vindo, ao longo dos últimos anos, a trabalhar no processo de alargamento da oferta de espaços industriais na Zona Industrial de Amoreira da Gândara (ZIAG), tendo para o efeito elaborado o respectivo Plano de Pormenor, cuja proposta, após muitos impasses e concertações, vai agora para consulta pública. A deliberação foi tomada na última reunião de Executivo no passado dia 02 de Dezembro.

“Este documento é uma mais-valia para o Município, pois vai proporcionar as condições necessárias para que a Zona Industrial de Amoreira da Gândara possa duplicar a sua capacidade, em termos de lotes, dando assim também resposta à procura de espaços de grandes dimensões, por parte de investidores, que pretendem instalar as suas indústrias no concelho”, afirmou a autarquia.

A nova zona de implantação corresponde a uma área superior a 36 hectares, estando prevista a criação de 16 novos lotes, de grande, média e pequena dimensão, para actividades empresariais. Recorde-se que, actualmente, a ZIAG já atingiu a sua capacidade.

A discussão pública da proposta do Plano de Pormenor do ZIAG irá decorrer por um período de 20 dias, após publicação em Diário da República, onde os interessados podem apresentar as suas reclamações, observações ou sugestões. Para mais esclarecimentos está ainda prevista a realização de uma sessão pública em data a anunciar. O documento poderá ser analisado na Câmara Municipal de Anadia, na página da Internet do Município e na Plataforma Colaborativa de Gestão Territorial.

Maria Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, considera que a finalização do Plano de Pormenor e subsequente aprovação “é de vital importância para a estratégia de desenvolvimento económico do concelho de Anadia”.

A autarca salienta que “a possibilidade de instalação de empresas de maior dimensão, perspectiva a criação de maior número de postos de trabalho” e, por conseguinte, “a exigência de mais habitação que levará, sem dúvida alguma, à fixação de mais pessoas no concelho”. No seu entender, “o emprego, a qualidade de vida no Município e os benefícios fiscais e tarifários de que as pessoas podem usufruir, aliados à oferta desportiva, cultural e de educação são pontos fortes das opções a ter em conta na procura e na decisão quando se querem estabelecer”.

Maria Teresa Cardoso sublinha ainda que “a ampliação da Zona Industrial de Amoreira da Gândara reforçará, a par da Zona Industrial do Paraimo (Sangalhos), a reivindicação da necessidade de infraestruturas rodoviárias, nomeadamente o nó de acesso à A1, conforme previsto no Plano Director Municipal (PDM) e que servirá igualmente os concelhos vizinhos”.

Após a consulta pública o documento será novamente submetido a reunião de Executivo e, posteriormente à Assembleia Municipal para aprovação final.

Jornal Campeão das Províncias


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM