Águeda, Aveiro, 28 de Julho de 2021

Autarcas da Mealhada apresentam projecto para elevar Barcouço a vila

22 de Junho 2021

A Freguesia de Barcouço, em cooperação com o município da Mealhada, vai levar um projecto à Assembleia da República, através da deputada Joana Sá Pereira, com o objectivo de elevar a aldeia de Barcouço a vila.

“Já há muito tempo que, em conversa com o presidente da Junta de Freguesia, chegamos à conclusão de que esta aldeia tinha todas as condições para ser vila. Dada a lei, cumpria todas as condições para ser vila”, disse, em conferência de imprensa, o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro.

As exigências legais implicam “ter um órgão autárquico, uma farmácia, ter um cabeleireiro, agência bancária, correios, extensão de saúde, entre outras. Barcouço cumpre tudo isso e até mais do que isso”, sustenta.

“Tenho procurado que a freguesia vá crescendo e melhorando, com melhores condições de vida às pessoas, e, dadas as características da Freguesia e dos serviços que integra, conseguimos perceber que tinha todas as condições para se elevar a vila”, disse o presidente da Junta de Freguesia de Barcouço, João Duarte, também presente na conferência de imprensa.

Para a concretização desta ideia, os autarcas tinham de “contactar alguém fazer o projecto e alguém que concordasse com ele”, daí a escolha da deputada pelo distrito de Aveiro, Joana Sá Pereira.

Através da deputada Joana Sá Pereira foi criado o projeto, que vai ser apresentado na Assembleia da República nos próximos dias.

“Associamo-nos por inteiro ao repto que ambos nos fizeram, eu sou a primeira subscritora do projecto-lei, mas ele é subscrito por todos os deputados eleitos pelo círculo de Aveiro, pelo Partido Socialista. Mais do que título honorifico, é um reconhecimento justíssimo”, disse a deputada Joana Sá Pereira.

“Queremos que este projecto constitua um estímulo ao desenvolvimento sustentado da Freguesia de Barcouço e que se repercuta na captação de novos investimentos e na melhoria da qualidade de vida da população”, sustenta.

“Depois de apresentado o projecto na Assembleia da República serão ouvidos os órgãos autárquicos da Assembleia Municipal e da Assembleia de Freguesia”, explicou.

Lusa


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM