Águeda, Aveiro, 23 de Setembro de 2020

Bienal Aveiro_Síntese apresenta os últimos concertos no fim de semana

14 de Setembro 2020

Depois de apresentar oito concertos em vários espaços da cidade, entre 27 de Agosto e 6 de Setembro, a bienal Aveiro_Síntese regressa a 19 e 20 de Setembro com dois concertos que vêm encerrar a 4.ª edição da iniciativa.

No dia 19 de Setembro às 22h, na Sala Estúdio do Teatro Aveirense, Nuno Aroso apresenta-se com o seu mais recente projecto, o Clamat – colectivo variável, interpretando obras de Steve Reich, Luís Antunes Pena, João Pedro Oliveira e Panayiotis Kokoras, fazendo-se acompanhar de João Pedro Lourenço na percussão e Luís Antunes Pena na electrónica. Neste concerto, são exploradas diferentes formas de fazer música, cobrindo pólos tão distintos como o da simples manipulação de feedback à realização coreográfica que ilusoriamente desvela o som.

A bienal Aveiro_Síntese encerra no dia 20 de Setembro, pelas 16 horas, na Sala Estúdio do Teatro Aveirense, com o concerto música acusmática // Música em Criação. O programa reflecte o modelo seguido nos concertos da primeira edição da Aveiro_Síntese, consistindo na apresentação de obras históricas, obras de compositores portugueses e uma selecção de obras por um algum estúdio ou compositor. Neste concerto, a obra histórica é Mycenea-Alpha (a primeira inteiramente realizada no sistema UPIC) contracena com a música de autores portugueses seleccionada no âmbito da chamada de peças “Música em Criação” (destinada a compositores em formação ou recentemente formados), que em 2020 destaca os compositores Cláudio de Pina e Marta Domingues. A obra acusmática de Ludger Brümmer estreada a 30 de Agosto é agora dada a escutar na versão de oito canais. Ainda que à distância, o próprio compositor fará uma apresentação da obra.

A Aveiro-Síntese é uma iniciativa da Arte no Tempo em parceria com o Teatro Aveirense/Câmara Municipal de Aveiro, financiada pela Direcção Geral das Artes. A Aveiro_Síntese foi criada em 2002, com o objectivo de dar a conhecer o grande repertório da electroacústica, combinando obras históricas com criações de compositores portugueses e selecções de estúdios internacionais. Em 2016, a Aveiro_Síntese foi retomada enquanto bienal, dedicando, desde 2018, maior atenção à música de câmara mista e à integração de jovens músicos em formação. Organizada e programada pela Arte no Tempo, a bienal faz hoje parte da programação do Teatro Aveirense e da estratégia cultural da Câmara Municipal de Aveiro, inserindo-se na candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura em 2027.


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM