Águeda, Aveiro, 5 de Março de 2024

Câmara de Azeméis quer nos próximos dois anos melhorar escolas e estradas

24 de Outubro 2019

O executivo socialista da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis assinalou hoje dois anos de mandato, defendendo que “as boas contas de rigor e transparência” desse período permitem agora reservar “vários milhões de euros” para estradas e escolas.

Tendo sucedido em 2017 à presidência de uma autarquia que sempre fora liderada pelo PSD desde o 25 de Abril, Joaquim Jorge Ferreira fez esta manhã o balanço da atividade do executivo desde a tomada de posse e disse à Lusa que a sua principal conclusão é que o concelho “foi gerido “com todo o rigor e transparência, e começa a ser um exemplo e uma referência distrital e nacional pelas suas boas contas e boas práticas”.

Afirmando que o executivo PS continua “empenhado em diminuir a dívida municipal”, o autarca realçou que estão em andamento “uma série de obras destinadas a requalificar o edificado público para assim se evitarem rendas substanciais pelo aluguer de espaços privados” e referiu-se também a “várias medidas de eficiência energética, para diminuir os custos com eletricidade”.

Joaquim Jorge Ferreira não precisa qual a poupança concreta já resultante dessas medidas, ainda em fase inicial de implementação, mas declara que a autarquia pode agora reservar “cinco milhões de euros para a requalificação de parte do seu edificado escolar” e “meio milhão de euros para a recuperação de dois blocos de apartamentos de habitação social”.

Outra prioridade para os restantes dois anos de mandato será a requalificação do mercado municipal e “a melhoria das condições de mobilidade no concelho”, no que o autarca se propõe aplicar “vários milhões de euros” para melhoria de estradas e pontes, e para alargamento de vias e passeios”.

O presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis nota ainda que “finalmente se vai resolver o problema dos quartéis locais da GNR”: no de Cucujães está em curso a adaptação de um novo edifício para acolher os agentes dessa autoridade e em Cesar perspetiva-se “a possibilidade de construir de raiz um posto novo”.

Ao nível cultural, Joaquim Jorge Ferreira também destaca como medida importante dos últimos dois anos “o início da requalificação de cinco milhões de euros no Cineteatro Caracas”, revelando ainda estar a proceder ao “processo concursal para adjudicar a obra que vai permitir à antiga Garagem Justino transformar-se num centro de artes”.

Ainda no domínio cultural e recreativo, o regulamento de apoio às coletividades também foi revisto de forma a definir “critérios concretos e regras rigorosas para atribuição de fundos”.

Joaquim Jorge Ferreira diz que as referidas obras envolvem “investimentos fortíssimos” e garante que foi a gestão dos últimos dois anos “a criar condições para que isso acontecesse”, o que, demonstrando “um trabalho contínuo de rigor nas contas, tem como objetivo transformar Oliveira de Azeméis num dos melhores concelhos do país para se viver, investir e trabalhar”.

Lusa


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM