Águeda, Aveiro, 17 de Junho de 2024

Cantanhede: Construção da ETAR das Cochadas deverá avançar em Fevereiro

26 de Dezembro 2019

A Águas do Centro Litoral (AdCL) deverá lançar no próximo mês de Fevereiro o concurso público a empreitada de construção de uma ETAR nas proximidades da estação elevatória localizada nas Cochadas, Freguesia da Tocha, de modo a resolver a sobrecarga do “Intercetor Sul” e eliminar a necessidade de realização das descargas que têm causado significativos impactos ambientais nefastos na Vala Real e no meio hídrico adjacente.

A previsão é do presidente do Conselho de Administração da empresa, Alexandre Oliveira Tavares, que, a convite da presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, foi à Assembleia Municipal de Cantanhede fazer o ponto da situação do processo.

A luz verde da Secretaria de Estado do Ambiente chegou à AdCL em 13 de Novembro último.

Alexandre Oliveira Tavares considera que “a solução adoptada permitirá gerir os caudais de águas residuais nos períodos em que estes atingem o pico no “Intercetor Sul” da AdCL, de modo a resolver os problemas que se têm arrastado durante vários anos, criando-se um novo referencial de segurança e de qualidade ambiental naquilo que deve ser a gestão de sistemas desta natureza”.

Em todo o caso, “como a ETAR vai durar dois anos e meio a ser construída, durante esse período terá que haver descargas controladas no meio hídrico nos períodos de sobrecarga do colector”. Por isso, Alexandre Oliveira Tavares pretende que a AdCL, o Município de Cantanhede e o Município de Mira “estabeleçam a adopção de um conjunto de práticas tendente a minimizar tanto quanto possível as situações que originam a sobrecarga do ‘Intercetor Sul’ até que a nova ETAR das Cochadas entre efectivamente em funcionamento”.

A presidente da Câmara de Cantanhede congratulou-se com “a evolução deste processo que finalmente permite ver uma luz ao fundo do túnel para resolver o problema do subdimencionamento do colector da AdCL que transporta os efluentes da zona poente do Município de Cantanhede para a ETAR de Ílhavo”. Sublinhando a “importância de serem cumpridos os prazos previstos, de modo a que, tão rapidamente quanto possível, não haja descargas de águas residuais do ‘Intercetor Sul’ da AdCL”, Helena Teodósio disse esperar que “a nova ETAR das Cochadas esteja dimensionada para dar resposta ao previsível aumento dos efluentes a médio e longo prazo, em função do crescimento urbano e da instalação de novas empresas nas zonas industriais”.


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM