Águeda, Aveiro, 23 de Maio de 2024

CIRA lança campanha de angariação de material para hospitais da região

17 de Março 2020

A Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) lançou hoje uma campanha de angariação de equipamentos de proteção individual para os hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja.

Numa nota informativa em que dá conta da iniciativa, a CIRA refere que, “em contacto permanente com o Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV) no combate à Pandemia de Covid-1”9, lançou a campanha “respondendo à solicitação da presidente do conselho de administração do CHBV, Margarida França”.

“Com a perspetiva muito clara da necessidade crescente que vamos ter nas próximas semanas, a ‘Campanha de Angariação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para o CHBV’, nas suas três unidades hospitalares – Aveiro, Águeda e Estarreja -, apela ao espírito de colaboração ativa junto dos cidadãos, entidades e empresas da Região de Aveiro”, divulga a Comunidade Intermunicipal.

O apelo é feito no sentido de serem angariadas máscaras cirúrgicas, respiradores FFP2, fatos protetores de tamanho L e M e ainda luvas dos tamanhos S, M, L.

“A CIRA continuará a cooperar com as entidades locais, regionais e nacionais no que seja necessário e sublinha a importância da resposta da sociedade civil a este pedido, dado que cada vez mais o combate ao Coronavirus/Covid-19 se encontra centralizado no CHBV, sabendo que neste momento há duas situações mais críticas: a saúde dos profissionais com um número relevante de infetados com o coronavirus e a necessidade de equipamentos individuais de proteção (EPI) e de ventiladores”, salienta.

Contactada pela Lusa, a administração hospitalar disse agradecer “o esforço conjunto da sociedade civil da região de Aveiro, nomeadamente de instituições, empresas e população”, aceitando “todas as ofertas que resultarem das campanhas em curso, nomeadamente, do apelo lançado pela CIRA”.

“A sociedade civil, com um elevado espírito de responsabilidade social, decidiu organizar-se no sentido de ajudar o nosso centro hospitalar nesta fase. Têm sido várias as ofertas e disponibilidades que nos têm chegado que muito agradecemos. Podemos dizer que, neste momento, estamos a dar resposta às necessidades. No entanto, agradecemos este esforço conjunto e, obviamente, aceitamos”, afirmou a mesma fonte hospitalar.

Segundo a administração do Centro Hospitalar do Baixo Vouga as ofertas devem ser articuladas com o secretariado da administração, através do email sec-adm@chbv.min-saude.pt ou do telefone 234378302.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 180 mil pessoas, das quais mais de 7.000 morreram.

Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 145 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O coronavírus infetou mais de 180 mil pessoas, das quais mais de 7.000 morreram.Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje número de casos confirmados de infeção para 448, mais 117 do que na segunda-feira, dia em que se registou a primeira morte no país.

Dos casos confirmados, 242 estão a recuperar em casa e 206 estão internados, 17 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

O boletim divulgado pela DGS assinala 4.030 casos suspeitos até hoje, dos quais 323 aguardavam resultado laboratorial.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, convocou uma reunião do Conselho de Estado para quarta-feira, para discutir a eventual decisão de decretar o estado de emergência.

Portugal está em estado de alerta desde sexta-feira, e o Governo colocou os meios de proteção civil e as forças e serviços de segurança em prontidão.

Lusa


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM