Águeda, Aveiro, 25 de Fevereiro de 2024

Homem confessa roubo à mão armada em apeadeiro de Estarreja

28 de Outubro 2019

Um homem de 37 anos confessou hoje no Tribunal de Aveiro ter roubado sob ameaça de arma de fogo um homem de 63 anos, no apeadeiro de Salreu, em Estarreja.

O arguido, que se encontra a cumprir uma pena de seis anos de cadeia por vários crimes de roubo, está acusado de um crime de roubo agravado e outro de detenção de arma proibida.

Perante o coletivo de juízes, o arguido confessou todos os factos, adiantando que o roubo foi cometido com a ajuda da companheira, de quem se divorciou entretanto.

“Ela foi a primeira a abordar o senhor e depois veio ter comigo e disse-me que a pessoa em questão tinha dinheiro e telemóvel”, relatou.

O arguido justificou o assalto com o facto de estarem a passar por dificuldades, adiantando que o dinheiro era para “meter comer em casa e pagar dividas”.

Os factos ocorreram na tarde do dia 23 de janeiro de 2016, quando a vítima estava à espera do comboio, no apeadeiro de Salreu, em Estarreja.

Segundo a acusação do Ministério Público (MP), o arguido abordou o sexagenário, apontando-lhe uma pistola e mandou-o pôr as mãos no ar. Em seguida, revistou-o e retirou-lhe a carteira com 70 euros, uma aliança e um telemóvel e fugiu.

Em 2016, o suspeito foi condenado no Tribunal de Aveiro a cinco anos de prisão suspensa, por vários crimes de roubo, incluindo um assalto a uma ourivesaria em Estarreja.

Posteriormente, o MP recorreu da decisão para o Tribunal da Relação do Porto que considerou que as penas aplicadas tinham sido “algo benevolentes”, tendo fixado o cúmulo jurídico em seis anos de prisão.

Lusa


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM