Águeda, Aveiro, 23 de Abril de 2024

Mealhada: Festival Catrapim foi “êxito esmagador”

4 de Julho 2019
“A 3ª edição do Catrapim foi um êxito esmagador e sem precedentes, com milhares de pessoas, provenientes de todo o país, a entrarem na Mata Nacional do Bussaco, nos dois dias do festival de artes para crianças (29 e 30 de junho), e a deixarem rasgados elogios  aos espetáculos de palco (teatro, música, magia, marionetas, showcooking, malabarismo, palhaços e fantoches), à animação de rua, aos jogos didáticos, aos concertos do Avô Cantigas e da Sónia e as Profissões e a aplaudirem entusiasticamente a presença dos Xutos & Pontapés na cerimónia de inauguração do evento cultural”. Quem o afirma é a organização do festival infantil, a Câmara Municipal da Mealhada e a Fundação Mata do Bussaco.
Na opinião do presidente do Município da Mealhada, Rui Marqueiro, “a edição de 2019 do Catrapim ultrapassou as expetativas mais otimistas. Os comentários do público, unanimemente positivos, nas redes sociais e no próprio local do evento, e as dezenas de apelos para o festival infantil regressar em 2020 não deixam margem para dúvidas. Foi, de facto, um evento fantástico, que deu uma vida incrível ao Bussaco, que animou a economia local e deu a conhecer a Mata Nacional a muita gente que veio de longe e que aproveitou para dormir no concelho da Mealhada e saborear a gastronomia local”.
De acordo com a organização, “o Catrapim, de entradas livres, levou à Mata Nacional do Bussaco o já habitual público dos distritos de Coimbra, Aveiro, Viseu e Guarda, mas, este ano, uma grande percentagem dos visitantes proveio sobretudo das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, sendo que do Alentejo também vieram muitas crianças com os seus pais e avós”.
“O Catrapim é o maior evento artístico realizado numa Mata Nacional e este ano foi dedicado à sustentabilidade ambiental e à preservação da natureza, com o tema ‘Floresta feliz’. Graças ao apoio do mecenas The Navigator Company, que apresentou uma zona de jogos didáticos (“Dá a mão à floresta”) de elevadíssima qualidade, esta 3ª edição atingiu um patamar de excelência, nunca antes visto”, afirma, visivelmente satisfeito e orgulhoso, António Gravato, presidente da Fundação Mata do Bussaco.
Recorde-se que cada criança teve direito a um “passaporte” e aquelas que chegaram ao final da tarde com o documento todo carimbado (sinal de que participaram em vários jogos), tiveram direito a um brinde especial oferecido pela The Navigator Company, um lápis com uma semente que, após plantada na terra, fará crescer uma árvore.
A Câmara Municipal da Mealhada e a Fundação Mata do Bussaco estão já a trabalhar na 4ª edição do Catrapim, que irá ocorrer no último fim de semana de 2020.

Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM