Águeda, Aveiro, 5 de Março de 2024

Município de Aveiro dedica Junho à Arte Nova

9 de Junho 2020

Amanhã, 10 de junho celebra-se o Dia Mundial Arte Nova, uma efeméride assinalada pelas principais cidades europeias que fazem parte da “Réseau Art Nouveau Network”, da Rota Cultural Arte Nova do Conselho Europeu, bem como por Museus e Instituições com coleções Arte Nova, por toda a Europa.

Para celebrar este movimento artístico a Câmara de Aveiro promove a realização de várias ações, adaptadas ao contexto atual, no decorrer do presente mês.

Amanhã,pelas 18h, lançamento e apresentação da obra “Arte Nova de Aveiro. Estudo Arquitetónico” da autoria do Arquiteto Pedro Silva. A sessão decorrerá na Casa de Chá do Museu Arte Nova e as entradas serão limitadas ao número de presenças imposto pelo Plano de Contingência anti Covid-19 em vigor. A sessão será transmitida em direto, nas páginas de Facebook do Município de Aveiro.

O Arquiteto Pedro Luís Silva apresenta nestas páginas o capítulo da sua tese de doutoramento dedicada a Aveiro onde se fez a análise gráfica dos edifícios Arte Nova em Portugal, que prova cientificamente, como até aqui não se tinha conseguido, que é em Aveiro que o movimento ganha a sua maior expressão nacional. Uma edição da Autarquia.

Quinta-feira,11 junho às 18h30 – Happy Hour nos Museus de Aveiro – René Lalique no Museu Calouste Gulbenkian,por Luísa Sampaio, curadora da Fundação Calouste Gulbenkian (redes sociais).

Em parceria com o Museu da Fundação Calouste Gulbenkian, que acolhe uma das melhores coleções do mundo de joalharia de René Lalique, mestre vidreiro e joalheiro francês, e verdadeiras esculturas que captam a natureza na sua essência, o Museu da Cidade irá dedicar a Happy Hour deste mês à apresentação digital de algumas das peças desta coleção, obras únicas e etéreas que se inserem na corrente artística Arte Nova.

No dia 20 de junho – Abertura da Exposição “Senhora do Mar – joalharia contemporânea (fotografia e instalação)”.

Trata-se de uma exposição de joalharia contemporânea de Sandrine Vieira, no Museu Arte Nova, inspirada pela frescura e pelas histórias que o mar traz, faz sentir… os sons, os cheiros, as cores, o frio, o calor, a brisa.

Patente até 26 de julho, a exposição tem uma linguagem contemporânea, onde as peças exploram as formas orgânicas e da natureza retomando um dos princípios essenciais à Arte Nova, ao mesmo tempo que refletem uma das áreas em que este movimento cultural e artístico se destacou: a joalharia.


Todos os direitos reservados • Rádio Soberania - Águeda

Rua José Sucena nº120, 3º andar Águeda, Aveiro, Portugal

Powered by DIGITAL RM